ACOLHIDA

É oferecido à jovem um tempo de convivência em uma das nossas Comunidades próximas ao seu lugar de origem antes do Pré-noviciado. Esta etapa possibilita os primeiros contatos com a nossa Congregação e um acompanhamento do seu desenvolvimento vocacional.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

 

PRÉ-NOVICIADO

PRÉ-NOVICIADO

“… Viram onde Jesus morava”(Jo 1,39)

“Olha par aquele que deves amar”! (Madre Elisa)

O pré-noviciado é a primeira etapa do processo formativo previsto pelas Constituições e é uma fase de discernimento vocacional seja por parte da formanda como por parte da Congregação.

Neste período, é oferecido à pré-noviça a ajuda necessária para discernir a autenticidade da própria vocação, conhecer melhor Jesus Cristo, fonte de todo chamado, e Maria, discípula do Senhor.

O progressivo afastamento do ambiente de proveniência ajuda a pré-noviça conseguir uma opção livre e responsável (Const. Art. 77).

NOVICIADO

“Segue-me!” (Jo 1,43)

“O meu Mestre é Jesus. Eu sigo a sua Palavra” (Madre Elisa).

Iniciação ao noviciado

Com o Noviciado dá-se início à vida na Congregação. Neste período, a noviça, visando à progressiva transformação da sua pessoa em Cristo, orienta a própria vontade para segui-lo como Maria, com crescente fé e amor. Esta etapa formativa é um tempo de particular cuidado por parte da Congregação, que reconhece a sua fundamental importância. A formação visa conduzir a noviça, já introduzida no mistério de Jesus Cristo e da Igreja, com os Sacramentos da iniciação cristã, acolhendo a profunda relação entre o batismo e a vida consagrada (PF).

Noviça 1

No caminho de crescimento humano, cristão e espiritual, a noviça se empenha na progressiva conformação de si mesma ao Senhor Jesus e a segui-lo como Maria, intensificando sua fé e amor. Assimila e experimenta o significado de ser chamada por Cristo segundo o carisma da Congregação (Const. Art. 83).

JUNIORATO

Avança mais para o fundo, e ali lançai as vossas redes” (Lc 5,4)

Com frequência, sinto-me arder o coração de vivo reconhecimento pelo meu Senhor Jesus Cristo, que não sei o que fazer para demonstrar-lhe; desejaria fazê-lo amar por milhares de milhões de corações(Madre Elisa).

Juniora

O juniorato tem como objetivo continuar e consolidar a formação da professa, permitindo-lhe experimentar a própria atitude na vivência do carisma, de avaliar a própria vocação e de preparar-se para a total consagração a Deus com a Profissão perpétua. Além disso, permite à Congregação de avaliar a idoneidade da professa à vida religiosa segundo o carisma das Servas de Maria Reparadoras (Const. Art. 95).

FORMAÇÃO CONTINUADA

Viver a consagração alicerçada no discipulado de Jesus Cristo, a exemplo de Santa Maria, que intensifica o núcleo identitário SMR, impulsiona para assumir os riscos de mudanças, os desafios dos tempos atuais e testemunhar os valores evangélicos na vida comunitária e na missão. (cf. XVII Capítulo Geral, n.15).

Irmãs SMR

A formação inicial deve consolidar-se com a formação continuada, criando em nós a disponibilidade para deixar-nos formar a cada dia da vida (Cf. Projeto Formativo, n. 81); numa integração que possibilite viver com serenidade a missão SMR acolhendo a vontade de Deus a serviço dos povos onde Ele nos envia.

Irmãs